Carro alugado: 6 dicas muito úteis na hora de retirar e devolver na locadora

Carro alugado, tudo pago, basta chegar no aeroporto ou no local previsto para retirar o carro, e pronto. Só que não… Vc deve ficar atento. Vc provavelmente viajou a noite toda e não dormiu na sua caminha, deve estar bem cansado (o), malas, família, e a tal da língua…

Chegando na Locadora

Aeroporto de Miami- MIA

O primeiro grande desafio, pode ser chegar na locadora. Alguns lugares como Miami e Orlando, deve-se pegar o monorail, seguir as placas Rental Pickup, e ir para a garagem. Em alguns lugares vc precisará pegar um transfer para a locadora, como por exemplo, em Los Angeles. Normalmente tem um local específico nos aeroportos para pegar as vans ou micro ônibus para as locadoras.

Mapa MCO- Orlando

Chegando lá, vá pegar seu carro alugado!

#1 – Os atendentes das locadoras são treinados para te vender produtos…

Mesmo que vc tenha comprado os seguros básicos (roubo e acidente) e contra terceiros (danos a propriedade e/ ou pessoas) para seu carro alugado, conforme indicamos no nosso primeiro post “5 dicas na hora de alugar um carro…”, vão te oferecer seguro de vida, seguro extra sei lá do que, GPS, guincho, socorro 24 horas…O que vc, de fato precisa, é dos seguros que mencionei: CDW e EP.

A questão do pedágio, depende. Se for na Flórida, leia nosso post sobre dicas para economizar nos pedágios na Flórida. Seria muito importante ler, pois vc precisa decidir antes qual a melhor opção de pagar pedágios que se adequa a sua estada.

Locadora de carro

# 2 – Não tem a categoria do carro alugado, e daí?

Acredite, isso acontece. Comigo, 90% das vezes… As locadoras têm um movimento muito grande, é um entre e sai a todo tempo. Aconteceu comigo tantas vezes que já estou treinada.

Primeiro, eles dizem que não tem a categoria do carro alugado, e eles podem te oferecer uma categoria abaixo. Detalhe: ninguém vai dar desconto pra vc por causa disso. Acha? Eles dizem que não tem e oferecem a o que eles têm. Simples assim.

Dai entra seu inglês, simples e direto: “No thanks. I don’t want it”. E pergunte quais opções que tem. Sempre tem alguma. Eles podem dizer para vc esperar que os carros estão chegando… às vezes 30 minutos. Ou podem lhe oferecer uma categoria acima. Aeh sim! Aceita logo, e vai embora curtir sua viagem!

Certa vez , chegando em Los Angeles, depois de 16 horas de vôo, fomos até a locadora Fox pegar nosso carro na categoria SUV, Santa Fe. Estávamos em 8 pessoas, e alugamos 2 carros. Bem, não tinha a categoria que nós alugamos e nos ofereceram carros muito simples, que realmente não dava, estavam velhos, cheirando mal, sabem aquelas “banheiras americanas? então daquele estilo…. horrível, e ninguém falou em devolver dinheiro. Eu perguntei para o atendente porque ele não nos oferecia uma categoria “a cima”. E ele não soube responder. Ficou nos enrolando uns 40 minutos. Minha paciência se esgotou e pedi que chamasse o gerente. O manager veio rapidinho e resolveu nosso problema. Confesso que tive que dar um mini barraco, forçar a barra um pouco, falar um pouquinho mais alto do que o normal, mas saímos de lá com uma Santa Fe e um Chrysler 300 novinho. Depois reclamei na VipCars.com onde fiz a reserva e ainda, pelo transtorno que passamos- pois fui forçada a dar o meu mini barraco – me devolveram USD $ 50,00. Pensa que voltei a alugar na Fox? Claro que sim! é mais barato, e o pior… já bati um carro da Fox em 2015… mas depois eu conto essa.

Se acontecer isso com vc, fique tranquilo(a). Diga que não aceita categoria inferior e quer saber quando chega seu carro. Se vc estiver com pressa, diga que tem compromisso e que precisa do carro. E insista. Eles devem dar um jeito. E vão dar. Fique na frente do atendente, não recue, não fique nervoso(a). Não saia dali. Diga que está esperando uma solução. Acredite, eles dão um jeito.

# 3- Tire fotos do carro. Verifique se tem amassados e riscos.

Primeiro, fotografe tudo. Afinal vc tem celular pra quê? Depois chame o atendente que vem com um papelzinho e anota quais são as condições do carro. Se não chamar o atendente, ele não virá de livre e espontânea vontade, saltitante, verificar se o carro está amassado ou riscado. Se vc retornar com danos, eles vão te cobrar !!!

Estive no Canadá em 2015, e na locadora do aeroporto de Toronto assisti uma cena interessante. Um rapaz, hispânico brigando com o atendente por causa de um amassado no carro. Ele relatou que viu o amassado antes de sair da locadora, mas não chamou o atendente nem fotografou. Depois de muita discussão, resultado: ele teve que pagar pelo amassado. Não tinha fotografado, não tinha provas de nada. Entendeu?

Eu filmo, eu fotografo, eu chamo o atendente. Eu registro tudo. Olho por dentro, verifico as condições. Na minha última viagem a Miami, aluguei um carro na Sixt, era um conversível e tinha alguns riscos. Já cheguei fotografando e chamei a atendente, que me mostrou que os danos já estavam registrados. Deu tudo certo.

Carro alugado- Indolonge

# 4- Tanque de gasolina: vai lembrar de devolver cheio? 

Um clássico de problemas com carro alugado. Pegar tanque cheio, e devolver cheio por sua conta é uma boa? Não acho que a economia disso valha a pena… Se vc se esquecer de abastecer o carro, e acredite acontece! vai ter que pagar na hora que devolver, e será bem mais caro. Vão te cobrar uma boa taxa por isso. Eu costumo, e indico, pegar o tanque cheio e devolver vazio. Ou seja, vc paga o tanque de gasolina, custa em média uns $ 80 para uma SUV, e devolve como quiser. Vc tem tanta coisa para se lembrar na hora de ir embora, arrumar mala, esconder as muambas, guardar na mala aquele abajour lindo que vc pagou 5 doletas,  fazer check out no hotel, por tudo no carro, e se conformar que “a festa acabou”, the dream is over… Devolver o carro alugado deve ser algo rápido, prático, simples, ou seja, o menor de seus problemas. Então programe a sua volta, na sua chegada!

# 5 – Onde devolver o carro alugado?

Pode parecer óbvia a pergunta. Dai vc pensa: “vou devolver onde retirei”. Sim, pode ser, ás vezes. Vou explicar.

Há cidades em que são diferentes os locais nos quais vc retira o carro e devolve, e as locadoras podem não ser nos aeroportos. Por isso vai a dica: fotografe o local da locadora, para que vc depois , use a foto como guia para o GPS. E pergunte ao atendente as coordenadas de onde devolver o carro. Se liga nisso: onde devolver o carro. A pergunta é simples: “where is the car return?”

Uma vez, no Canadá, fotografei a porta da locadora de carros. Depois usei aquela foto para retornar a locadora…. Só que não chegamos na locadora pela foto…. Ao contrário, achei estranho pois íamos ficando cada vez mais longe do aeroporto…Seguimos então para o aeroporto e fomos no rumo das placas.

Nos EUA e Canadá, normalmente as locadoras que ficam nos aeroportos, são fáceis de se achar. Vc manda o GPS ir para o aeroporto e vc verá as placas de “Car Return”, e siga as placas. Vc chegará lá, com certeza! Não dê atenção para seu GPS falando recalculando a rota

Tudo pronto, sabe onde devolver o carro, ponha as malas, as crianças, ligue o GPS, e vai! Cuidado com o trânsito!

#6 – Devolver no horário e pegar o recibo, o básico.

Car Return MCO

Se vc atrasar mais que 15, em alguns lugares 30 minutos, vão te cobrar a hora passada. Por isso, na hora de alugar já dê uma folga, prevendo possíveis atrasos. Calcule bem seu tempo. E claro, saia pelos menos com 3 horas de antecedência do horário do seu vôo. Chegando na locadora de volta, a fila para devolução normalmente é super rápida.

Retire suas malas do carro alugado, E NÃO ESQUEÇA SEUS PERTENCES!

Suporte de GPS, o seu GPS, cabos, carregadores, pendrive… eu já esqueci algumas coisas… Já nem uso o porta-luvas que é para não esquecer nada lá dentro. E devolva o carro. Agora o que vc precisa é de um recibo, e peça para o atendente. Se ele não imprimir na hora, peça pra mandar por e-mail.

E pronto, agora o que te resta leitor (a) amigo (a) é pegar esse avião de volta, e conformar-se que a viagem acabou…

Seguindo essas dicas, vai acabar bem.

Comente aí embaixo, e conta pra nós suas aventuras no aluguel de carros, as piores ou melhores locadoras na sua opinião.

Sobre o autor

A blogueira é professora / gestora universitária. Quando não está trabalhando, sai para explorar lugares e comidas pelo planeta. Ensina e aprende trocando opiniões sobre viagem.

Relacionados