Experimentando caranguejo “stone crab” em Miami

Quer comer algo diferente e gostoso, num lugar descontraído em Miami? Coma caranguejo ou crab!

Como foi experimentar o caranguejo de pedra da Flórida?… maravilhoso!

Florida Stone Crab“, um caranguejo que é uma iguaria encontrada no Atlântico e nas costas do Golfo aos redores da Flórida, merece ser saboreado!

Seu sabor doce e sua textura macia são sua marca. E comer na maior casa de caranguejo dos Estados Unidos, vale a pena. Joe’s Stone Crab foi inaugurado em 1913. Segundo o livro “1000 Lugares para Conhecer Antes de Morrer”, de P. Schultz, o restaurante vende em média 200 toneladas de caranguejo durante a estação, que vai de outubro a maio. São de fato, doces e tenros exatamente como fala no livro, e caros!

Os caranguejos da Flórida habitam as baías e estuários onde se escondem sob rochas e fragmentos de conchas. Quando adultos, se movem em cardumes, na maré baixa, para cavar seus túneis de 30 a 50 centímetros de profundidade.

As leis da Flórida proíbem a captura dos caranguejos inteiros. Os navios de pesca trabalham durante o dia com armadilhas montadas que puxam as garras (claws) do caranguejo, que se regeneram de 3 a 4 vezes, sendo então um recurso renovável. As garras devem ser cozidas no dia em que são capturadas.

O maior comprador de Stone Crab da Flórida é o Joe!

No Joe’s é servido na casca, em 4 tamanhos, cozido, ou gelado com molho de mostarda. A sua casca vermelha assemelha-se a lagosta, mas o sabor e texturas são diferentes.

caranguejo "Florida Stone Crab"

Visitamos o Joe’s num domingo, recentemente em janeiro/2016. O restaurante não aceita reservas, então prepare-se porque sempre tem fila.

Mas neste dia, chegamos por volta de 12:00 e fomos direto ao Joe’s Take Away, que fica ao lado, e tem quase o mesmo menu do restaurante.

joe-take-awayentrada-joes

No Joe’s Take Away é servido café da manhã, mas era no almoço que tinha o que eu procurava… “caranguejo de pedra da Flórida”

Lugar descolado, bem frenquentado, e diferente para um almoço sem muita pompa. A comida é chique! As mesas, que são poucas, ficam dentro e do lado de fora. Tem também um balcão com bancos.

É um pouco confuso a entrada… confesso que demorei alguns minutos para entender o sistema, mas a staff é muito gentil e atenciosa. Perguntei no balcão como funcionava e a atendente do caixa me levou até os caranguejos para explicar tudo.

Tem ostras, lagosta, camarão, tem as garras do Florida Stone Crab, tem o King Crab – o mais caro de todos, com opção de pernas ou garras.

kingcrab

Entrando no Take Away, à esquerda são servidas várias entradas e sanduíches de caranguejo, e no lado oposto estão as sobremesas, em seguida os crustáceos, e ao fundo as bebidas.

doces-joe

Vamos à degustação.

Tem muita coisa estranha… Mas do que conseguimos experimentar, do que o nosso grupo de amigos conseguiu experimentar, estava tudo delicioso.

Comecei com Stone Crab Bisque, uma sopa de caranguejo com creme de leite fresco e temperos do Joe’s. Maravilhosa. Suave, adocicada, aveludada.

Escolhemos as garras tamanho médio. De fato, apesar do aviso: “devido ao clima frio recente, os stone crabs podem grudar na casca”, não estavam grudados…

Tem uma pessoa que fica com um martelinho quebrando a casca. Assim, com facilidade, pode-se tirar a carne da casca do caranguejo com as mãos.

Você tem a opção de pedir, stemead, grilled ou cold. Escolhi cozido no vapor – stemead. Mas experimentei o gelado, tão bom quanto.

caranguejo - claws

Optei por não comer a carne com o molho de mostarda. A carne tem um sabor adocicado, suave, é bem macia e merece ser saboreada “pura”.

Os sanduíches de crab a milanesa também valem a pena para quem não aprecia o trabalho manual com as garras ou o sabor mais intenso da carne.

Bolinho de caranguejo

O local tem bebidas interessantes como alguns tipos de vinho, por exemplo do Vale do Napa-California. Nada de taças muito elegantes, mas nada mal para um almoço gourmet  descontraído…. Ah! e nada nada barato, apesar de ser no Take Away…

Mas vale a pena esse regalo!

Eu recomendo!

Sobre o autor

A blogueira é professora / gestora universitária. Quando não está trabalhando, sai para explorar lugares e comidas pelo planeta. Ensina e aprende trocando opiniões sobre viagem.

Relacionados